Produção Gráfica - Parte 4 - “Tipografia”


Ao longo dos anos foram desenvolvidas regras tipográficas com claros objetivos: representar claramente as idéias do autor e da mensagem escrita. Pensando nesses objetivos é fundamental a escolha da tipografia certa.

Veja algumas regras.


1. Para Legibilidade máxima, escolha tipos clássicos.

Clique na imagem para ampliar

2. Um texto apenas em caixa alto atrasa muito a leitura. Utilize caixa alta e baixa para ter a melhor leitura possível.

Clique na imagem para ampliar

3. Tenha o bom senso de não utilizar demasiados Tipos diferentes ao mesmo tempo. Normalmente as diversas variantes de uma Fonte (bold, bold italic, italic, etc.) são suficientes. A utilização de um Tipo serifado e um não serifado costumam também ser muito eficaz.

Clique na imagem para ampliar

4. Evite utilizar demasiados tamanhos e pesos diferentes de Tipos ao mesmo tempo. A contenção no número de tamanhos utilizados proporciona páginas funcionais e atraentes.

Clique na imagem para ampliar

5. Evite combinar Tipos que têm um aspecto muito semelhante. Quando isso acontece, parece normalmente um erro, porque não há contraste suficiente entre os Tipos.


Clique na imagem para ampliar

6. Realce os elementos no texto com descrição e sem perturbar o fluxo da leitura.

Clique na imagem para ampliar

7. Para Tipos de Texto, utilize corpos que, de acordo com estudos de legibilidade e leiturabilidade, são os mais indicados. Estes tamanhos variam normalmente entre 8 e 13 pontos, para um texto lido a uma distância média entre 30 e 36 cm.

Clique na imagem para ampliar

8. Dê preferência à variante regular ou medium dos Tipos de Texto. Evite Tipos com um aspecto demasiado pesado ou demasiado leve. O peso dos Tipos é determinado pela espessura das hastes das letras. O Tipo de Texto demasiado leve dificilmente se distinguem do fundo. Relativamente aos Tipos demasiado pesados, as contra-formas (olho e espaço circundante do caractere) diminuem de tamanho, tornando-os menos legíveis.

Clique na imagem para ampliar

9. Utilize Tipos de largura média. Evite Tipos que pareçam extremamente largos ou estreitos.

Clique na imagem para ampliar

10. Mantenha sempre a integridade do Tipo. Evite alongar ou comprimir arbitrariamente as letras.

Clique na imagem para ampliar

11. Utilize Tipos sólidos em vez do seu contorno apenas.

Clique na imagem para ampliar

12. Evite os Tipos adornados.


Clique na imagem para ampliar

13. Utilize um espacejamento consistente entre letras e palavras de modo a conseguir uma textura sem interrupções.


Clique na imagem para ampliar

14. Para Tipo de Texto, utilize um espacejamento entre linhas (entrelinha) que transporte facilmente os olhos do leitor de uma linha para a outra.


Clique na imagem para ampliar

15. Utilize comprimentos de linha adequados. As linhas demasiado curtas ou compridas prejudicam o processo de leitura.


Clique na imagem para ampliar

16. Ao trabalhar com Tipo e cor, certifique se de que há um contraste suficiente entre o caractere e o fundo.


Clique na imagem para ampliar

17. Tipo claro sobre fundo escuro parece ligeiramente menor que o inverso. Por esta razão é aconselhável aumentar ligeiramente o corpo e/ou a espessura do texto a negativo. Deve-se também usar Tipos suficientemente espessos e sem serifas. Um texto em negativo é mais difícil de ler, 15 a 40%, do que em positivo.


Clique na imagem para ampliar

Todos os elementos usados em Design Gráfico têm as suas regras, e os Tipos não são exceção. Cada grupo, e em particular cada Tipo de letra, tem características próprias e foi criado para responder a uma necessidade. Na próxima Lição, ultima etapa sobre os Tipos, será analisado os tipos de texto para facilitar a leitura e a clareza.

Bibliografia:
Guia de Tipos, Miguel Souza, 2002

Thiago dos Santos

0 comentários:

Postar um comentário