Fotografe com qualidade profissional!

Descubra todos os recursos de sua câmera digital e tire fotos profissionais.

Video Aulas!

Tutoriais em video aulas que ensinam usar softwares essenciais para produção gráfica.

Modelo de Boletim Informativo!

Veja um modelo de boletim informativo que servirá de parâmetro para elaboração de um boletim para a sua igreja. Leia Mais...

Explicação do símbolo gráfico do logo da IASD!

A identidade visual serve para distinguir e identificar o trabalho da Igreja Adventista. Essa é a razão pela qual o logotipo foi criado. Leia Mais...

Mídia exterior e alternativa


Mídia exterior é a denominação genérica dos meios de comunicação que expõe propaganda ao ar livre. Pode também ser chamada mídia extensiva, mídia ao ar livre ou mídia alternativa. Estão visíveis a todos que passarem por elas, como exemplo, os outdoors.

Além do outdoor, outros "canais" também são mídias exteriores, tais como: busdoor (anúncios nas laterais ou na traseira dos ônibus), empenas de prédios (faixas gigantes nas paredes externas dos prédios), mobiliários urbanos (placas em pontos de ônibus), banners, faixas, taxidoor ou cardoor (anúncios no teto ou no vidro traseiro), envelopamento de veículo (veículo totalmente adesivado), etc.

Se pararmos para enumerar todos, a lista se tornaria imensa. Mas o propósito dessa pequena lista é apenas mostrar que muitas coisas que observamos no dia a dia e que fazem parte do cotidiano de muitos, são ótimos meios que podem ser usados e aplicados para os mais diversos propósitos da comunicação.

Alguns desses meios, ou mídias, fogem do convencional e, por causa disso podem ter um impacto maior sobre o leitor justamente por se tratarem de algo inusitado, o qual as pessoas não estão acostumadas a ver. É a chamada mídia alternativa.

E o que é a mídia alternativa? É toda forma de comunicar ou veicular uma informação ou mensagem fora das mídias convencionais.

Com a mídia alternativa, podem ser feitas campanhas com grande impacto, com baixo custo de produção, em alguns casos.

Adesivos no chão, no teto e nas paredes. Mobiles pendurados, balões de ar ou gás, dirigíveis, peças de roupas, lugares inusitados para fixação de anúncios. Tudo isso é considerado mídia alternativa.

Para trabalhar com mídia alternativa, basta apenas procurar a melhor forma de levar a sua informação para as pessoas que precisam recebê-la, fora dos canais convencionais. Fazendo isso, o impacto e fixação da informação serão muito maiores que nos meios habitualmente usados.

Se a mídia alternativa é tão eficaz, porque não usar apenas ela? Não há nenhuma regra que dite com quais mídias se deve comunicar ou veicular uma campanha.

Para obter a resposta mais correta para isso, basta apenas planejar suas ações e pensar de que maneira a informação que precisa ser passada alcançaria um maior impacto e ficaria gravada mais facilmente na mente do leitor.

Ao se fazer este planejamento, que é um planejamento de mídia, percebe-se que quanto mais variadas forem as ações e diversificados os meios de comunicar ao seu público, maiores são as chances de se conseguir bons resultados e respostas à comunicação.

Seja trabalhando com mídia alternativa, mídia impressa ou mídia exterior (e até mesmo com todas elas de forma integrada para a mesma campanha), o resultado final para ser positivo vai depender unicamente da forma como foram construídas essas informações, baseando-se na criatividade, bom gosto e senso crítico.


Conhecimento

A primeira coisa a fazer para utilizar ou não determinadas mídias é saber o que se quer comunicar, com quê e como quer transmitir essas informações. Fazendo esse planejamento, a decisão quanto a qual caminho seguir, ou que mídia usar, torna-se quase que natural.

Com essas informações em mãos, procure os fornecedores para a produção do material necessário, estipulado no planejamento. Ao entrar em contato com esses fornecedores, pergunte a eles sobre possíveis alternativas para sua campanha. Converse sobre materiais, formatos, durabilidade, facilidade de aplicação e transporte do que se pretende fazer.

Os fornecedores sempre têm novidades de mercado para oferecer, com soluções diferentes e inovadoras que podem agregar valor à sua campanha.

Arrojo

Não se limite a fazer o que todos já fazem. Um cartaz no mural, folhetos e boletins informativos já se tornaram tão corriqueiros que, muitas vezes, a informação contida nesses meios,acaba passando despercebida pela maioria das pessoas e esquecida pelo restante.

Inove! Pense em algo que possa até mesmo chocar (de uma forma positiva, claro), surpre-ender. Sair do convencional, mesmo numa mídia exterior, é a melhor forma de se fazer presente com a informação que se pretende passar. Mas não esqueça: essa informação estará representando a Igreja.

Check list

■ Planeje suas ações e pense quais serão os melhores caminhos para que se colham bons resultados.
■ Converse com os fornecedores e discuta suas idéias. Questione sobre formatos e tipos de arquivos para a produção.
■ Inove sempre.
■ O fazer diferente e o seguir por caminhos alternativos e inusitados, geralmente trazem bons resultados.


Fonte/Bibliografia: Guia para diretores de Comunicação, DSA, 2009


Thiago dos Santos